A Quinta da Lage esteve, uma vez mais, isolada pelo fogo

Festa Popular da Damaia 2019

Foi a terceira vez em quinze dias, sendo a primeira na semana passada com um incêndio na entrada sul, numa zona de mato alto e seco que circunda o Bairro e vem até às habitações, seguido de um segundo reacendimento que consumiu parte de uma habitação e ontem um novo incêndio na parte norte, na encosta da Brandoa que cercou o Bairro numa frente de fogo perigosa.

 

A Quinta da Lage é um bairro fragilizado a todos os níveis, desde logo pelo abandono a que tem sido votado pela autarquia PS, que não cuida da segurança e protecção dos seus moradores, não efectuando, como lhe compete, a limpeza regular e remoção de lixo dentro do Bairro há vários meses, contribuindo, dessa forma, para uma crescente e insuportável insalubridade, depauperando as condições de vida de quem ali habita. Pior ainda, os matos, que circundam o bairro atingem nalguns sítios, mais de dois metros de altura e estrangulam-no, num perigoso abraço que coloca em risco os bens e a vida de quem ali mora.

 

Tudo isto ocorre quando esta população é confrontada com demolições das suas casas tendo como objectivo o de acabar com este bairro, sem soluções para quem lá vive.

 

Leia o comunicado da CDU Amadora sobre os fogos na Quinta da Lage.