Sector de Empresas

PCP com os trabalhadores da Cateringpor: contra a exploração, a luta é o caminho!

cateringpor0612Os trabalhadores da Cateringpor enfrentam uma situação revoltante: por um lado a Administração bloqueia-lhes o acesso à contratação colectiva; por outro, o Governo decreta-lhes o roubo dos salários por pertencerem ao Grupo TAP. Face a esta situação, o PCP interveio na Assembleia da República exigindo, mais uma vez, o fim do roubo nos salários das Empresas Públicas, e junto dos trabalhadores da Empresa apelando ao desenvolvimento da luta contra a exploração.

Ler Requerimento na Assembleia da República

Ler Comunicado do PCP em PDF

Boletim do PCP aos trabalhadores da Cidade de Lisboa apela ao 16 de Junho

solidario2012junO Sector de Empresas da Cidade de Lisboa está a distribuir aos trabalhadores o seu Boletim de Junho, onde aborda a situação social em diversas empresas e sectores de actividade da cidade, e onde, a par do apelo à organização dos trabalhadores no PCP, se faz a mobilização para a Manifestação de 16 de Junho promovida pela CGTP-IN.

Ler Boletim em PDF

PCP apela à adesão dos trabalhadores da Construção Civil à greve geral

ccivil2012ggO PCP está a distribuir aos trabalhadores da Construção Civil um comunicado onde sublinha que a crise que o sector atravessa nos dias de hoje é fruto das políticas de desinvestimento público e privado levadas a cabo pelo governo e pelo grande capital, que a manterem-se conduzirão no curto prazo ao despedimento de dezenas de milhares de trabalhadores e ao encerramento de milhares de pequenas empresas. Que a alternativa existe e passa por implementar uma política verdadeiramente patriótica e de esquerda que estimule o crescimento e salvaguarde a soberania nacional. E que a adesão à greve geral do próximo dia 22 de Março a Greve Geral é decisiva para dar um claro sinal aos que destroem este país que não estamos de acordo, de que não podemos concordar com a hipoteca do futuro dos nossos filhos e das gerações vindouras.

Ler comunicado em PDF

Trabalhadores da "A UNIÃO" ocupam a Empresa em luta pelo salário!

luta empresa_uniao_vidroOs trabalhadores da Empresa de transformação e colocação de vidros “A União – António da Silva Dores, SA” em Lisboa (perto do Poço do Bispo) estão em Greve na Empresa, hoje, dia 17 de Fevereiro. Esta Greve é motivada pelo facto de os trabalhadores terem salários e subsídios em atraso.