Contra o desmantelamento dos serviços públicos e solidariedade com a luta dos trabalhadores do Município de Lisboa

greveNota de Imprensa da Direcção da Organização da Cidade de Lisboa

Como é do conhecimento público, o PCP está contra as propostas que materializam a transferência de competências e de 1800 trabalhadores para as Juntas de Freguesias, porque defende a manutenção desses mesmos serviços no município, assim como vínculo dos trabalhadores.

O PCP apresentou na CML propostas, rejeitadas pelo PS e o PSD, que propunham um processo de auscultação junto dos trabalhadores do Município de Lisboa com o objectivo de saber se existiam voluntários para serem transferidos em regime de mobilidade, mantendo o seu vínculo ao Município de Lisboa.
Vem agora António Costa dizer aos lisboetas que a transferência para as Juntas não tem nada de mal, que não prejudica os trabalhadores, que todos os seus direitos ficam garantidos, que tudo fica na mesma. Pergunta-se: se tudo fica na mesma porque é que não aceitou a proposta do PCP? Se não é séria esta forma mistificatória de fazer política, ainda é mais inaceitável que António Costa ameace retirar a tolerância de ponto que já tinha dado aos trabalhadores.

Lamentavelmente, a maioria na CML continua sem qualquer preocupação com a qualidade de vida dos munícipes, com uma visão estratégica e integrada da cidade e com a estabilidade dos seus trabalhadores, pondo em causa o funcionamento democrático dos órgãos locais.

O PCP solidariza-se e saúda todos os trabalhadores do Município de Lisboa, com a sua corajosa luta na defesa dos postos de trabalho e do serviço público municipal. A forte adesão à greve realizada nos últimos dias demonstra a justa razão da luta, que não é só na defesa dos seus postos de trabalho mas também na defesa dos cidadãos de Lisboa ao serviço público municipal.

Os trabalhadores do Município de Lisboa sabem que podem contar com o PCP, que tudo fará para travar este ataque ao poder local democrático, aos direitos dos trabalhadores e ao serviço público.Na Assembleia Municipal, o PCP votará contra qualquer proposta que vá contra os interesses dos trabalhadores e da população de Lisboa.