Sobre a Web Summit e a Ampliação da FIL


web summitOs Vereadores do PCP consideram que a realização do evento Web Summit é importante para a cidade e o país.


Contudo, vale a pena salientar que se trata de um evento de uma entidade privada que visa o lucro, em que a Câmara Municipal de Lisboa assume o compromisso de atribuir um subsídio de 3 milhões de euros ano a este evento, a que acresce um conjunto de outros apoios indiretos, tais como isenções de taxas de ocupação da via pública e

Continuar...

Vereadores do PCP defendem o reforço imediato de todos os auxiliares de ação educativa e assistentes administrativos necessários ao regular funcionamento da Escola Pública

 

auxiliares de acção educativa

Foi aprovada a Moção do PCP, que deliberou exigir ao Ministério da Educação e aos organismos competentes que procedam às diligências necessárias com vista a resolução do problema da falta de Pessoal não Docente nas escolas, condição imprescindível para o bom funcionamento dos estabelecimentos de ensino.

 

 

 

Consulte a Moção: 

Pelo reforço imediato de todos os auxiliares de ação educativa e assistentes administrativos necessários ao regular funcionamento da Escola Pública

Aprovado o Regulamento Municipal do Alojamento Local para a Cidade de Lisboa

 

alojamento local lisboa

Foi hoje a votação, na CML, o Regulamento Municipal do Alojamento Local, um importante instrumento para uma cidade, que reclama medidas que travem a especulação imobiliária e garantam o Direito à Habitação. Um regulamento que hoje é possível adoptar porque na Assembleia da República, na passada legislatura, foi aprovada a lei para a qual o PCP contribuiu decisivamente.

Continuar...

PCP defende a melhoria das condições das esquadras e reforço dos agentes policiais

 

EsquadrasNos últimos anos tem havido a intenção dos governos de encerrar várias esquadras na cidade de Lisboa. A manutenção das esquadras da PSP nos diferentes bairros e zonas da cidade, em prol de um policiamento de proximidade e da segurança dos cidadãos, é fundamental. O que se exige não é diminuir o número de esquadras, mas reabrir esquadras encerradas e essenciais a determinados territórios, bem como reforçar meios humanos, condições de trabalho e as remunerações dos efectivos policiais.

Continuar...