CDU Azambuja informa: PS na câmara privatizou a gestão da água e os problemas já começaram

azambuja.jpgComo era de esperar, o PS quis avançar com a privatização da gestão do sistema municipal da água, passando assim a sua responsabilidade de anos pela prestação pública do serviço a privados. A sua apregoada competência para gerir o sistema ficou desta forma imaculada, pois, agora já tem desculpa para esconder a sua ineficiência na gestão e errada opção política da água que impôs ao concelho, ele foi o negócio com as “Águas do Oeste” e agora com a denominada “Águas de Azambuja”. A água mais uma vez faltou em Casais dos Britos, mas seguramente não se ficará por aqui, outras localidades se lhe seguirão.
Mas, desta feita com privados a gerir, já se imagina o que se seguirá em matéria de preços do produto e do serviço, a muito referida baixa do mesmo, que não é, esconde um opção de fundo do PS de forte aumento dos preços da água praticados desde 2006, prevendo já o futuro negócio a que se abalançou. Oportunamente, a CDU alertou para o escândalo desta política, propondo que o sistema fosse gerido pelo Município, mantendo-se assim na esfera pública como sempre esteve, e se o mesmo apresentava deficiências, tal devia-se à deliberada política do PS para vir mais tarde justificar a sua privatização, com o notório prejuízo para as populações que já pagam preços exorbitantes por este recurso natural. Mas o escândalo é ainda maior quando os privados serão beneficiários de fundos comunitários, pagos por todos nós, os quais bem poderiam e deveriam ser utilizados pelo Município. Acresce ainda que, os fundos a serem investidos na rede e na sua expansão, eles também públicos, serão fornecidos por conhecida sociedade financeira detida pela CGD, isto é, temos a banca pública a apoiar privados para explorar o consumidor. Há muito que o PS se tornou um empedernido defensor do neoliberalismo económico, o grande causador da crise que hoje atravessamos, vindo agora apresentar-se como sendo estrénuo defensor dos que menos podem e com uns mal disfarçados laivos de esquerda, dita, moderna. A CDU face ao carácter gravoso desta política, compromete-se a tudo fazer para que o sistema de águas volte à esfera pública, donde nunca deveria ter saído e aplicar uma política pública de gestão da água, financeira e economicamente sustentável, bem como socialmente justa e respeitadora do ambiente, contrariamente àquela que, contrariando a vontade esmagadora dos munícipes, o PS lhes impôs.

Azambuja, Agosto de 2009

A CDU de Azambuja