PCP Azambuja visita Centro de Saúde e ACISMA

A Comissão Concelhia de Azambuja do PCP, no passado dia 25 de Fevereiro, juntamente com o Deputado Miguel Tiago eleito na Assembleia da Republica, deslocou-se ao Centro de Saúde de Azambuja e à ACISMA.

Destes 2 encontros pode-se retirar como conclusão que as politicas de direita dos sucessivos Governos têm prejudicado bastante as condições e qualidade de vida das populações.
A Comissão Concelhia de Azambuja do PCP, no passado dia 25 de Fevereiro, juntamente com o Deputado Miguel Tiago eleito na Assembleia da Republica, deslocou-se ao Centro de Saúde de Azambuja e à ACISMA.

Destes 2 encontros pode-se retirar como conclusão que as politicas de direita dos sucessivos Governos têm prejudicado bastante as condições e qualidade de vida das populações.

Quanto à Saúde verifica-se que a nível nacional existe um forte ataque ao Serviço Nacional de Saúde, com os encerramentos e a falta de investimento. A nível local verificamos a mesma situação, foi o encerramento do SAP em Janeiro de 2006 e a falta de colocação de médicos, por exemplo o quadro de pessoal médico na Azambuja comporta 16 médicos e actualmente existem 10.

Existem cerca de 23mil utentes inscritos no concelho, destes cerca de 17mil tem medico de família ficando os restantes 6mil sem médico. Existe um esforço por parte da actual equipa de médicos em responder as necessidades da população do Alto Concelho, tendo em conta a dificuldade de deslocação a Azambuja, por isso na freguesia sede de concelho estarem inscritos o maior número de utentes sem medico de família.

O PCP realizou no passado mês de Novembro a Conferencia Nacional sobre questões económicas e sociais, neste encontro foram apontadas propostas e soluções para a construção de um Portugal com Futuro.

O PCP ao longo dos anos tem-se debatido também na Assembleia da Republica por se criar condições de valorização do Comercio tradicional, recentemente apresentamos na Assembleia da Republica o projecto de resolução para responder à difícil situação das micro, pequenas e medias empresas com o QREN e outras politicas também foi apresentado o projecto de lei sobre a regulação dos horários de funcionamento das unidades de comercio e distribuição, no fundamental estes dois projectos visam uma outra politica.

A nível local constata-se à semelhança do Pais que os comerciantes se encontram numa situação extremamente delicada, pois a situação dos baixos salários e do desemprego também acabam por afectar o comércio local.

Neste sector a Câmara Municipal de Azambuja também não tem as politicas necessárias ao desenvolvimento do Comercio Local.

O PCP continuará a reivindicar mais investimento no que diz respeito a Saúde, ou seja a colocação de médicos no concelho de forma a dar resposta as necessidades da população e politicas que valorizem o comércio local.