CDU exige: Outro Rumo para a Azambuja!

A CDU da Azambuja, num seu Encontro Concelhio realizado em Aveiras de Cima, aprovou uma moção (cujo texto completo se encontra em Ler Mais) onde se denuncia as consequências da dupla execução da política de direita sobre o concelho, partindo do Governo e da Câmara.
Moção


O Governo PS agrava as condições de vida das populações, são os constantes aumentos do custo de vida, são os encerramentos de fábricas como foi o caso da Opel, o encerramento dos Centros de Saúde, entre outras politicas de direita e de retirada de direitos.

A população do concelho de Azambuja sofre duplamente as consequências da politica de direita realizada pelo PS no Governo e na Câmara Municipal de Azambuja.

A CDU ao longo destes 2 anos de mandato tem defendido os direitos da população do concelho nos órgãos autárquicos com propostas e projectos que vão de encontro às suas necessidades e aspirações, mas que têm sido rejeitadas pela maioria PS. 

A CDU exige da parte da Câmara Municipal e do Governo PS outro rumo na condução do futuro do concelho, por isso exigimos:

-  estender a rede de saneamento básico a toda a população;
- que a carta educativa seja revista de modo a manter abertas todas as escolas de 1º ciclo;
- que a gestão da agua se mantenha em domínio publico municipal;
- mais investimento nas freguesias do alto concelho;
- a redução do IMI;
- exigir ao Governo PS que não encerre o quartel da GNR em Manique do Intendente;
- exigir do Governo a reabertura do SAP de Azambuja


A CDU repudia o projecto de lei, do PS e PSD, com vista a alteração da lei eleitoral para as autarquias locais que tem como objectivo central preservar o PS e o PSD no poder alternando a proporcionalidade do voto.

Aveiras de Cima, 20 de Janeiro de 2008