A privatizaçã da ANA condenou o Novo Aeroporto de Lisboa

ANA mapaO governo escolheu o dia 8 para promover uma opção de propaganda tentando disfarçar a realidade: o governo cedeu à chantagem da multinacional VINCI, abdicou da construção de um Novo Aeroporto de Lisboa e entregou à multinacional mais uma infraestrutura pública para construir um apeadeiro.

Ler Nota de Imprensaem PDF