A Assembleia Municipal de Lisboa aprovou a recomendação do PCP “Pela promoção de políticas de apoio e reinserção social das pessoas prostituídas”

 

A recomendação apresentada pelo Grupo Municipal do PCP na AML, aprovada por maioria, delibera que o município, em todas as áreas de intervenção, não utilize o termo «trabalho sexual». 

 

Ficou também aprovado recomendar que o município volte a recentrar a sua acção na área da prostituição na perspectiva do apoio e protecção às pessoas prostituídas, face à violência que sobre elas é exercida, promovendo programas de formação profissional e de emprego/trabalho digno, bem como de reinserção social em várias áreas.

 

O Grupo Municipal do PCP considera que o direito à cidade para todos passa também pela defesa da dignidade das mulheres e pela promoção de políticas de apoio e reinserção social das pessoas prostituídas.

 

Consulte a Recomendação:

Pela promoção de políticas de apoio e reinserção social das pessoas prostituídas